NOSSO PRIMEIROS 100 DIAS

INSTITUIR O PLANO 50 MIL EMPREGOS

Sob coordenação do Gabinete do Prefeito, da Secretaria Municipal do Trabalho e Economia
Solidária e da Secretaria de Planejamento, criando imediatamente cinco Frentes de Trabalho Emergenciais: nas áreas do Itaqui-Bacanga; da Cohab até Cidade Olímpica; do São Francisco ao Angelim; da Cohama até o Turu-Vila Luizão; e na Zona Rural.

INSTITUIR O PLANO DE ENFRENTAMENTO À PANDEMIA

CONVOCAR O CONGRESSO MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO

Determinar a imediata reforma das 268 escolas municipais.

ENVIAR À CÂMARA MUNICIPAL DE PROJETO DE LEI INSTITUINDO PASSE LIVRE AOS ESTUDANTES.

ENVIAR À CÂMARA MUNICIPAL DOIS PROJETOS DE LEI

Um baixando o salário de 25 mil reais do Prefeito, o segundo maior do Brasil, e reduzindo
em 30% os salários dos Comissionados de Primeiro Escalão; e outro reestruturando a administração municipal, hoje com 33 órgãos, para NOMEAR O NOVO SECRETARIADO, com 50% de mulheres, de negros, LGBT´s e Pessoa com Deficiência, simbolizando a gestão plural desde o primeiro escalão e do primeiro dia de governo, e criando as secretarias (i) Das Mulheres; (II) Da Promoção da Igualdade Racial; (III) da Pessoa com Deficiência; e (IV) Do Trabalho e Economia Solidária.