BIOGRAFIA

Franklin Douglas é professor e doutor em Políticas Públicas. Jornalista e advogado, formado pela UFMA. Nasceu em São Luís, tem 47 anos, é católico, casado e pai de dois filhos. Sua trajetória política é marcada pela militância no movimento estudantil, desde a adolescência, quando foi Presidente do Grêmio Estudantil no Colégio Marista, até à Presidência do DCE da UFMA, quando foi um dos líderes da geração cara-pintada, no impeachment de Collor de Mello. Foi Secretário adjunto do Trabalho do governador Jackson Lago (2007-2009). O Professor Franklin é o candidato a prefeito do PSOL.

José Ribamar Arouche, 68 anos, é fundador do PSOL. Nascido em Cajari, casado, pai de 3 filhas e um 1 filho, é evangélico, aposentado pelo INSS, possui um pequeno comércio onde mora, a Vila Riod, próximo à Cidade Operária. Já foi operário da fábrica da Antarctica, comerciário no Supermercado Lusitana, funcionário do Armazém Paraíba, segurança na Auvepar e frentista por 10 anos em posto de gasolina. Arouche é o candidato a vice-prefeito do PSOL.

“Nem otimista, porque é um ingênuo;
nem pessimista, porque é um amargo.
Sou um realista esperançoso.” Ariano Suassuna

NOSSO PLANO DE GOVERNO

Olá, minha amiga, meu amigo!
Bem-vindas e bem-vindos à leitura do Programa de Governo SÃO LUÍS PRA MAIORIA, o Plano de Governo do PSOL, da candidatura do Professor Franklin – prefeito | Arouche – vice.
Nele, um convite a você: Vumbora, juntas e juntos, construir um novo futuro para a maioria da população de nossa cidade?!

De saída, te trazemos um alerta. Você sabia que, em 130 anos de Prefeitura de São Luís, a cidade nunca teve um prefeito negro?

Pois bem, de Joaquim Sousândrade, em 1890, a Edvaldo Holanda Júnior (2020), São Luís só teve três mulheres prefeitas, das quais, apenas uma negra, por sete meses – Lia Varela (agosto de 1978 a março de 1979); Gardênia Gonçalves (1985-1988); e Conceição Andrade (1992- 1996). NENHUM PREFEITO NEGRO!

Esse é o histórico de administradores de uma cidade cuja população é majoritariamente composta de mulheres e de negros. Mas o seu voto livre pode mudar o rumo dessa história!

PRINCÍPIOS PROGRAMÁTICOS

TRANSPARÊNCIA E COMBATE À CORRUPÇÃO

PARTICIPAÇÃO POPULAR

INVERSÃO DE PRIORIDADES

DEFESA DA DEMOCRACIA

COMBATE ÀS DESIGUALDADES, ÀS OPRESSÕES E DEFESA DOS DIREITOS HUMANOS

PLANO 50 MIL EMPREGOS

TRANSPARÊNCIA E COMBATE À CORRUPÇÃO

CRIAR DUAS NOVAS AGÊNCIAS MUNICIPAIS DO TRABALHO (SINE):

Uma na área Itaqui Bacanga e outra na Cidade Operária.

CRIAR FRENTES DE TRABALHO:

Nas áreas do Itaqui-Bacanga, da Cohab até Cidade Olímpica, do São Francisco ao Angelim, da Cohama até o Turu-Vila Luizão e na Zona Rural. Com essas Frentes de Trabalho e ouvindo a população, as pequenas empresas e a mão de obra do próprio bairro serão utilizadas nessas obras de construção e recuperação de imóveis públicos municipais, como as 268 escolas municipais.

APOIAR A AGRICULTURA FAMILIAR

VIABILIZAR CURSOS DE QUALIFICAÇÃO

Para colocar os desempregados em situação de empregabilidade.

APOIAR MICRO E PEQUENOS EMPRESÁRIOS

GERAR EMPREGOS

Em obras de saneamento que restaurem a balneabilidade das praias de São Luís;

RECADASTRAR OS AMBULANTES

A fim de garantir que haja equipamentos públicos que eles possam utilizar no comércio informal no centro da cidade, com o devido cumprimento das normas sanitárias.

PLANO DE ENFRETAMENTO À PANDEMIA

INSTALAR BARREIRA SANITÁRIA

Permanente na rodoviária, aeroporto, Ponta da Espera e Cais da Praia Grande, com trabalho educativo e de desinfecção, medição de temperatura.

VIGILÂNCIA SANITÁRIA PERMANENTE NAS FEIRAS.

PARCERIA COM WUHAN

Com a qual São Luís tem protocolo assinado como cidade-irmã, para trazer experiência e equipamentos para São Luís.

TREINAR OS AGENTES DE SAÚDE

Para repassarem, casa a casa, os procedimentos de prevenção e organização da testagem do COVID-19.

TESTAGEM EM MASSA

Da população com o PCR-RT.

GARANTIA DE COBERTURA VACINAL

Contra a Covid-19, quando houver vacina testada e aprovada pelas organizações sanitárias.

NOSSO PRIMEIROS 100 DIAS

INSTITUIR O PLANO 50 MIL EMPREGOS

Sob coordenação do Gabinete do Prefeito, da Secretaria Municipal do Trabalho e Economia
Solidária e da Secretaria de Planejamento, criando imediatamente cinco Frentes de Trabalho Emergenciais: nas áreas do Itaqui-Bacanga; da Cohab até Cidade Olímpica; do São Francisco ao Angelim; da Cohama até o Turu-Vila Luizão; e na Zona Rural.

INSTITUIR O PLANO DE ENFRENTAMENTO À PANDEMIA

CONVOCAR O CONGRESSO MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO

Determinar a imediata reforma das 268 escolas municipais.

ENVIAR À CÂMARA MUNICIPAL DE PROJETO DE LEI INSTITUINDO PASSE LIVRE AOS ESTUDANTES.

ENVIAR À CÂMARA MUNICIPAL DOIS PROJETOS DE LEI

Um baixando o salário de 25 mil reais do Prefeito, o segundo maior do Brasil, e reduzindo
em 30% os salários dos Comissionados de Primeiro Escalão; e outro reestruturando a administração municipal, hoje com 33 órgãos, para NOMEAR O NOVO SECRETARIADO, com 50% de mulheres, de negros, LGBT´s e Pessoa com Deficiência, simbolizando a gestão plural desde o primeiro escalão e do primeiro dia de governo, e criando as secretarias (i) Das Mulheres; (II) Da Promoção da Igualdade Racial; (III) da Pessoa com Deficiência; e (IV) Do Trabalho e Economia Solidária.